Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Este é o 'segredo' escondido no meteorito que caiu em Cuba

© Serviço da Imprensa da Universidade Federal de Urais, grupo de mídia SpeczakazFragmento de meteorito (imagem referencial)
Fragmento de meteorito (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga no
O meteorito que caiu em Cuba em 1º de fevereiro contém "pequenos níveis de radioatividade" e pode ser perigoso para a saúde, informa o diário Granma.

Os cientistas do Centro de Estudos Ambientais de Cienfuegos (CEAC) afirmaram que os fragmentos do meteorito encontrado "não devem ser utilizados para confeccionar brincos, colares, amuletos e pulseiras, usados de maneira permanente no corpo".

Os pesquisadores do CEAC analisaram as amostras do meteorito e conseguiram detectar a presença de 27 elementos na sua composição química e mineralógica. Segundo a investigação, o asteroide inclui 22,5% de silício, 22,3% de ferro, 16,8% de enxofre e 5,8% de magnésio, bem como sódio, alumínio, potássio e cálcio em valores menores.

Meteorito (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Meteorito teria caído nas águas do oceano Índico
A sua composição química faz com que os cientistas suponham "com certo nível de certeza" que ele "pode ter vindo do asteroide Vesta", o terceiro maior asteroide do Sistema Solar, com um diâmetro médio de 530 km e situado a uns 372,5 milhões de quilômetros da Terra.

O meteorito, de uns quatro metros de diâmetro, explodiu ao entrar na atmosfera, a uma altura de 8 quilômetros sobre a província cubana de Pinar del Río, a uma velocidade de mais de 40.000 km/h. Até agora, foram encontrados mais de cem fragmentos do meteorito.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала