Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Pacote anticrime e anticorrupção de Moro ocasiona enxurrada de tweets a favor

© Foto / Rovena Rosa / Agência BrasilJuiz Sérgio Moro
Juiz Sérgio Moro - Sputnik Brasil
Nos siga no
O envio do pacote anticrime e anticorrupção ao Congresso Nacional já foi assinado pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Sendo uma das prioridades do governo, a proposta prevê mudanças em 14 leis. O pacote de Moro está recebendo uma onda de tweets em prol da proposta.

A iniciativa do ministro da Justiça, Sérgio Moro, visa combater corrupção, crime organizado e crimes violentos, incriminando, assim, por caixa 2, prendendo após segunda instância, levando a regime fechado quem cometer crime contra a administração pública e com arma de fogo e aumentando regime fechado de crime hediondo com morte.

O presidente Jair Bolsonaro acena para os fotógrafos no Palácio do Planalto - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Bolsonaro assina pacote anticrime de Moro
Além do mais, espera-se confiscar bens de pessoas condenadas a mais de seis anos, combater organizações criminosas com novas regras sobre prisão de líderes e integrantes, mudar período de pagamento de multas, entre outras.

Internautas que apoiam a iniciativa de Moro estão tentando de todas as formas manter a hashtag #euapoioaleianticrime no topo do Twitter ao ponto de pedir ajuda a conhecidos e desconhecidos.

Fernanda Nunes acredita que estamos vivendo em "tempos insanos de inversão de valores".

​Há quem acredite que as mudanças propostas por Moro serão "de grande importância para o Brasil".

​O pedido de ajuda para manter a hashtag no topo foi propagado pelos usuários do Twitter.

​A usuária Ana usou frase que foi propagada por apoiadores de Bolsonaro durante campanha eleitoral: “lugar de bandido é na cadeia.”

​O pacote de medidas necessita de aprovação de senadores e deputados, que poderão alterar os textos elaborados pelo governo, para entrar em vigor. Ainda sem aprovação do Congresso Nacional, mas com apoio de internautas no Twitter.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала