Ataque na Caxemira: EUA defendem Índia e pressionam Paquistão para punir responsáveis

© REUTERS / Danish IsmailPoliciais em Jammu e Caxemira, Índia
Policiais em Jammu e Caxemira, Índia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos demonstraram apoio à Índia e pediram ao Paquistão, nesta terça-feira, que faça o possível para punir os responsáveis por um recente ataque terrorista na Caxemira que provocou a morte de dezenas de militares indianos.

"Nós estamos em comunicação constante com o governo da Índia, para expressar não apenas nossas condolências mas também o nosso forte apoio à Índia no confronto a esse terrorismo", afirmou o vice-porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Robert Palladino, em conversa com jornalistas. "Instamos o Paquistão a cooperar plenamente com a investigação do ataque e a punir qualquer pessoa responsável". 

Forças de segurança da Índia em Pampore, nos arredores de Srinagar, Caxemira (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Explosão na Caxemira deixa ao menos 10 soldados mortos e 20 feridos (VÍDEO, FOTOS)

Palladino explicou que, na verdade, Washington está conversando tanto com Nova Deli quanto com Islamabad desde o atentado do último dia 14, reivindicado pela organização extremista islâmica Jaish-e-Mohammed, que é baseada no Paquistão e luta para separar a região da Caxemira da Índia. 

"Pedimos a todos os países que defendam suas responsabilidades de acordo com as resoluções do Conselho de Segurança da ONU para negar refúgio seguro e apoio a terroristas", disse o funcionário da diplomacia dos Estados Unidos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала