Líder supremo do Irã explica significado do slogan: 'Morte à América!'

Nos siga noTelegram
O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, explicou que o slogan "Morte à América!" é dirigido apenas contra os altos funcionários norte-americanos como Donald Trump, John Bolton e Mike Pompeo.

Esse slogan não tem nada a ver com os simples americanos, acrescentou o líder do Irã, mas, segundo ele, continuará atual enquanto a "maldade e a infâmia" forem típicas dos EUA.

"'Morte à América!' significa morte a Trump, John Bolton e Pompeo, pessoas que são agora líderes americanos", cita Khamenei o seu site oficial.

Grafite em Teerã - Sputnik Brasil
Assessor de Khamenei: Teerã não recuará diante da pressão dos EUA
Khamenei falava em uma reunião com os comandantes da Força Aérea Iraniana, dedicada ao 40º aniversário da vitória da Revolução Islâmica. Naquela época, o slogan "Morte à América!" era um dos principais entre os participantes do movimento antimonarquia.

O resultado da revolução de 1979 foi a queda da dinastia Pahlavi e a formação de uma república islâmica. O aniversário da revolução é tradicionalmente comemorado no início de fevereiro.

As celebrações são chamadas "Fajr decade" ("Dez Dias do Amanhecer"). Começam no primeiro dia de fevereiro e duram 10 dias: desde o momento em que o líder do movimento anti-monarquista Imam Khomeini retornou de um longo exílio até à vitória formal em 11 de fevereiro, quando o comando militar declarou neutralidade.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала