Brexit lembra 'os primeiros dias do Terceiro Reich', diz líder do Radiohead

© AP Photo / Amy HarrisThom Yorke of Radiohead performs at Coachella Music & Arts Festival at the Empire Polo Club on Friday, April 14, 2017, in Indio, California.
Thom Yorke of Radiohead performs at Coachella Music & Arts Festival at the Empire Polo Club on Friday, April 14, 2017, in Indio, California. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Líder da banda de rock britânica Radiohead, Thom Yorke atacou a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, e sua maneira de lidar com o processo Brexit – que trata da saída do país da União Europeia (UE) –, chegando até a compará-la com o domínio nazista na Alemanha.

Em uma postagem em sua página no Twitter, Yorke acusou May de usar intimidação e barganha com "as vidas de milhões de europeus" no Reino Unido para conseguir o que queria, causando "imensa angústia e sofrimento, uma ação digna dos primeiros dias do Terceiro Reich".

"Ninguém votou em você para dirigir este ônibus vermelho sobre um penhasco com os passageiros gritando atrás", escreveu Yorke sem se referir a May pelo nome. Ele pediu-lhe para "parar o ônibus agora".

Theresa May, primeira-ministra britânica - Sputnik Brasil
Theresa May pretende entregar acordo do Brexit até dia 29 de março, diz porta-voz
Yorke tem sido um adversário fervoroso do Brexit desde o referendo de 2016, advogando em favor da petição para a realização de um segundo voto popular. Ele acusa Theresa May e os Tories do Partido Conservador de tratarem o povo britânico "como lemingues (roedor nativo do Ártico) correndo de um penhasco", e abertamente zombou da primeira-ministra em shows do Radiohead.

May tem tentado e falhado em entregar os resultados da votação de 2016 e tirar o seu país da UE, evitando ao mesmo tempo danos excessivos à sua economia. Até agora, ela não conseguiu negociar um acordo que satisfizesse tanto a UE quanto seus próprios legisladores.

As negociações têm corrido em círculos que parecem cada vez mais um beco sem saída, com o chefe da Comissão Europeia (CE), Jean-Claude Juncker, dizendo recentemente que uma das questões mais polêmicas, o controle irlandês, é inegociável.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала