EUA não devem intervir militarmente na Venezuela, diz ex-comandante da OTAN

© AFP 2022 / Don EmmertBandeiras da Venezuela e dos EUA
Bandeiras da Venezuela e dos EUA - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ex-almirante dos EUA e ex-comandante supremo da OTAN James Stavridis disse nesta quarta-feira (3) que Washington não deve intervir militarmente na Venezuela.

"Os Estados Unidos não devem se envolver militarmente com a situação nas circunstâncias que vejo agora", disse Stavridis em evento realizado em Washington. 

O ex-militar disse que a crise na Venezuela não tem "solução militar". Ele também disse que esta é uma questão regional e que todos os países americanos têm que resolver juntos.

Soldados venezuelanos - Sputnik Brasil
Venezuela recebe equipamentos militares russos do mais alto nível, afirma Maduro
Em 23 de janeiro, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que todas as opções em relação à Venezuela estão na mesa.

A oposição venezuelana é contrária a uma intervenção militar dos EUA. 

O senador Lindsey Graham disse na segunda-feira que Trump discutiu com ele a possibilidade de usar a força militar na Venezuela há algumas semanas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала