Trump e Guaidó decidem manter 'comunicação regular' para solucionar crise na Venezuela

© REUTERS / Jonathan ErnstDonald Trump ao telefone na Casa Branca
Donald Trump ao telefone na Casa Branca - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Casa Branca informou que o presidente dos EUA, Donald Trump, conversou por telefone com o líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, e concordou em manter uma comunicação regular.

Os Estados Unidos e cerca de vinte países decidiram não reconhecer o segundo mandato de Nicolás Maduro, que começou em 10 de janeiro, alegando ser este um produto de eleições "fraudulentas", realizadas em maio passado.

O vice-presidente Hamilton Mourão. - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Mourão diz que líder oposicionista da Venezuela solicitou ajuda ao Brasil
Em vez disso, reconheceram o chefe do parlamento, Juan Guaidó, que em 23 de janeiro se autoproclamou "presidente encarregado" da Venezuela, recorrendo ao artigo 233 da Constituição.

Maduro e sua administração consideram a atitude de Guaidó como um golpe de Estado orquestrado por Washington.

Parte dos países latino-americanos, alinhados com os EUA, ignoraram Maduro e expressaram seu apoio a Guaidó. México e Uruguai, no entanto, se abstiveram de fazê-lo, oferecendo-se para mediar uma solução política para a crise. Já a Rússia, China, Irã e Turquia, reafirmaram seu apoio ao atual governo venezuelano.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала