Síria e Irã concordam em abandonar o dólar nas transações bilaterais

CC0 / / Dólar (imagem referencial)
Dólar (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Irã assinou acordos econômicos e comerciais com a Síria nesta segunda-feira (29), enquanto Damasco está procurando aliados para ajudar a restaurar o país após a longa guerra de 8 anos.

O Irã e a Síria acordaram medidas que permitirão efetuar operações bancárias em suas moedas locais e moedas estrangeiras sem o uso de dólar, já que os dois países decidiram aprofundar as relações comerciais e de investimento.

Damasco e Teerã assinaram 11 acordos, incluindo um "acordo de cooperação econômica estratégica de longo prazo", que inclui tais esferas como a indústria, comércio e agricultura.

Ouro (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Alternativa perfeita ao dólar: será que é hora de investir em ouro russo?
De acordo com o vice-presidente iraniano Eshaq Jahangiri, que atualmente está na Síria com uma delegação de responsáveis da área do comércio, os acordos incluem "acordos muito importantes sobre a cooperação bancária".

Falando em um fórum econômico iraniano-sírio em Damasco, Jahangiri afirmou que "os ministros confirmaram que as operações bancárias entre os países começarão muito em breve".

O presidente da Câmaras de Comércio da Síria, Mohamad Hamsho, por sua vez, destacou que os acordos foram concluídos para "superar os obstáculos em relação à atividade bancária" entre Damasco e Teerã.

Um cambista conta notas de lira turca em Istambul (arquivo) - Sputnik Brasil
Índia considera comercializar com a Turquia usando lira ao invés do dólar
Jahangiri observou que o Irã também ajudaria a reparar as usinas eléctricas na Síria e estabeleceria uma nova planta na província costeira de Latakia. Além disso, foram assinados dois memorandos de entendimento entre as autoridades ferroviárias dos países, bem como entre os responsáveis pela promoção de investimentos.

Durante a guerra na Síria, o Irã enviou assessores militares ao país para ajudar a combater os terroristas, a pedido de Damasco, mas o presidente sírio Bashar Assad destaca que na Síria não há bases militares iranianas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала