- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Mourão diz estudar afastamento de diretoria da Vale

© AP Photo / Andre Penner O vice-presidente Hamilton Mourão.
O vice-presidente Hamilton Mourão. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente em exercício, Hamilton Mourão (PRTB), disse nesta segunda-feira (28) que analisa a possibilidade de afastar a diretoria da Vale após o incidente em Brumadinho, Minas Gerais.

"Essa questão da diretoria da Vale está sendo estudada pelo grupo de crise, vamos aguardar quais são as linhas de ação que eles estão levantando", afirmou o presidente, segundo a Folha de S. Paulo.

Mourão ressaltou que não sabe se o Governo Federal pode tomar essa medida. Presidente em exercício durante o afastamento de Jair Bolsonaro (PSL), Mourão também ressaltou que funcionários da empresa devem ser punidos criminalmente caso seja provada "imprudência ou negligência".

Mulher colocando velas em homenagem às vítimas em Brumadinho (MG). - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Tragédia em Brumadinho: chega a 60 o número de mortos; israelenses iniciam buscas
Ainda de acordo com a publicação, um dos advogados da empresa, Sérgio Bermudes, afirmou que a Vale não pretende afastar seus diretores:

"A Vale não enxerga razões determinantes de sua responsabilidade. Não houve negligência, imprudência, imperícia", diz Bermudes. "Por que uma barragem se rompe? São vários os fatores, e eles agora vão ser objeto de considerações de ordem técnica".

Bermudes respondeu à proposta do senador alagoano Renan Calheiros (PMDB-AL), que defendeu o "afastamento cautelar" da diretoria da Vale, e disse que apenas uma assembleia geral dos acionistas pode tomar tal medida. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала