Drone do Greenpeace 'ataca' usina nuclear na França com granada de fumaça (FOTOS)

Nos siga noTelegram
Um veículo aéreo não tripulado da organização ambiental Greenpeace lançou uma granada de fumaça em uma usina nuclear localizada em Cape La Hague, no noroeste da França, informou um porta-voz do grupo Orano, a empresa que gere essas instalações.

"Esta manhã, o complexo de La Hague detectou a invasão área por dois drones, um dos quais jogou uma granada de fumaça no teto de uma das piscinas [da usina nuclear]", disse o representante, citado pela mídia local.

O pôr do Sol no Ártico - Sputnik Brasil
Kalashnikov apresenta novíssimo drone que irá dominar o Ártico (FOTOS)
A filial da organização não governamental francesa twittou fotos do ocorrido, afirmando que o intuito da ação era de "destacar a vulnerabilidade e a saturação deste edifício".

Para o Greenpeace, a instalação atômica não possui condições seguras, sendo incapaz de "proteger os depósitos, cheios de materiais nucleares, em caso de operações aéreas maliciosas".

O representante da usina de processamento nuclear afirmou que entrará com uma ação contra a organização ambiental por violação das regras, além de ter denunciado o incidente às autoridades.

​Um drone do Greenpeace colocou um sinalizador de fumaça de emergência no telhado da piscina da instalação nuclear de Orano, em La Hague (França), para destacar a vulnerabilidade e a saturação deste edifício. A usina contém o equivalente a 100 núcleos de reatores nucleares

​Tudo está indo muito bem na usina de Orano la Hague. Exceto o fato de o prédio que abriga o equivalente a mais de 100 núcleos de reatores nucleares ser protegido apenas por um telhado de chapa metálica, vulnerável e de fácil acesso

O porta-voz também informou que o ocorrido não prejudicou a segurança da instalação.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала