Maduro fala em golpe midiático e demonstra disposição para diálogo com oposição

© REUTERS / Marco BelloPresidente da Venezuela, Nicolás Maduro, durante coletiva de imprensa no Palácio de Miraflores em Caracas, 12 de dezembro de 2018
Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, durante coletiva de imprensa no Palácio de Miraflores em Caracas, 12 de dezembro de 2018 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou que, além do golpe de Estado em andamento contra seu governo, há também um "golpe midiático" sendo conduzido pelas grandes redes de notícias do mundo.

"Há um golpe internacional da mídia contra a Venezuela para distorcer a situação real e pressionar o país e impor o modelo de intervenção que é buscado em Washington", disse ele em entrevista coletiva transmitida pelo Palácio de Miraflores (sede do governo).

Soldado venezuelano - Sputnik Brasil
Especialista pondera de quem Venezuela pode ou não se defender em caso de conflito direto
Nicolás Maduro garantiu que a Venezuela também é vítima de um "golpe da mídia" internacional.

O presidente também assegurou que sua administração está aberta a manter um diálogo com a oposição, mesmo depois do deputado Juan Guaidó ter se proclamado "presidente encarregado" da nação caribenha.

"Sempre houve e haverá canais de diálogo promovidos por nós, sempre em todas as circunstâncias", disse ele em entrevista coletiva no Palácio de Miraflores, acrescentando: "Hoje, amanhã e sempre estarei pronto" para falar com Guaidó.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала