Japão quer tornar produção de hidrogênio mais barata que a de gás natural

© REUTERS / Issei KatoPrimeiro-ministro do Japão Shinzo Abe durante discurso em Tóquio
Primeiro-ministro do Japão Shinzo Abe durante discurso em Tóquio - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Japão planeja reduzir os custos da produção de hidrogênio em pelo menos 90% com o objetivo de torná-lo competitivo diante do gás natural e promover a energia limpa, disse, nesta quarta-feira (23) o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos.

"Meu governo pretende reduzir o custo da produção de hidrogênio em pelo menos 90% até 2050 para torná-lo mais barato que o gás natural", disse Abe.

Entrevista coletiva da representante oficial da chancelaria russa, Maria Zakharova, em 16 de março de 2017 - Sputnik Brasil
Tratado de paz entre Moscou e Tóquio avança mas Japão não deve envolver EUA, diz Zakharova
Em outubro, ministros e oficiais de governo de cerca de 20 países se reuniram em Tóquio para discutir fontes alternativas de energia. Eles concordaram em aumentar o uso de hidrogênio através do compartilhamento de tecnologia.

O hidrogênio tem lentamente ganhado a atenção do público como uma fonte alternativa de energia — não produz gases estufa e pode ser gerado por biomassa, combustíveis fósseis ou através da eletrólise da água, através da eletricidade.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала