Conselho de Segurança da ONU deve impor novas sanções ao Irã, diz enviado israelense

Nos siga noTelegram
O Conselho de Segurança da ONU deve responder ao lançamento da Síria de um míssil iraniano de médio alcance em direção a Israel, com novas sanções contra o Irã, disse o embaixador de Tel Aviv no Fórum Econômico Mundial, Danny Danon.

"A União Europeia deu um passo crucial na imposição de novas sanções contra ao Irã", disse Danon nesta quarta-feira (22) durante uma sessão do Conselho, onde enfatizou que "agora é a vez do Conselho dar um salto".

Ministro da Economia do governo Bolsonaro, Paulo Guedes - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Paulo Guedes tem reunião com ministros de Israel e Holanda no 1º dia em Davos
Segundo Danon, o Irã gasta U $ 7 bilhões em apoio ao terrorismo no Oriente Médio todos os anos e planeja abrir uma quarta frente na Cisjordânia contra Israel.

O embaixador disse que as três frentes são a Faixa de Gaza, a Síria e o Líbano.

Danon também pediu ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) que reconheça o Hamas, a Jihad Islâmica e o Hezbollah como organizações terroristas e imponha sanções contra eles.

Em 20 de janeiro, as defesas aéreas israelenses interceptaram um foguete lançado ao norte das colinas de Golã, na fronteira com a Síria.

Em resposta, o exército israelense realizou ataques a instalações militares iranianas na Síria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала