'Relações entre EUA e Rússia não são condenadas à rivalidade da Guerra Fria', diz Pompeo

O embaixador da Rússia nos EUA, à época ministro da Defesa da Rússia, Anatoly Antonov, fala em um briefing no Ministério da Defesa em Moscou (foto de arquivo)
O embaixador da Rússia nos EUA, à época ministro da Defesa da Rússia, Anatoly Antonov, fala em um briefing no Ministério da Defesa em Moscou (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse nesta terça-feira (22) que as relações entre os Estados Unidos e a Rússia não estão condenadas à rivalidade da Guerra Fria. A declaração foi durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos.

"Não é o caso de estarmos condenados a uma rivalidade da Guerra Fria", disse Pompeo.

O secretário de Estado afirmou que os EUA e a Rússia devem se engajar em um diálogo direto para impedir a disseminação de armas nucleares.

Sistema de defesa antimíssil Aegis Ashore - Sputnik Brasil
Quem é responsável por violar o Tratado INF? Mídia avalia ações da Rússia e EUA
"Essas duas nações são as maiores possuidoras de capacidade nuclear do mundo. A Rússia é uma potência formidável e nós respeitamos e entendemos isso. Precisamos garantir que haja conversas acontecendo para que possamos evitar tanto a proliferação quanto o que vem com a posse dessas armas nucleares", disse Pompeo.

Na semana passada, o presidente russo, Vladimir Putin, disse em entrevista à imprensa sérvia que a Rússia não queria uma nova corrida armamentista e estava pronta para um diálogo sério com os Estados Unidos sobre a agenda estratégica. Putin observou que Moscou enviou a Washington em dezembro algumas propostas sobre a manutenção do Tratado INF.

Em 16 de janeiro o vice-secretário de Estado dos EUA declarou que os EUA vão suspender suas obrigações no Tratado INF em 2 de fevereiro se a Rússia não apresentar provas de que está cumprindo o acordo.

O Tratado INF, assinado por Washington e Moscou em 1987, não tem data de expiração e proíbe as partes de terem mísseis balísticos terrestres ou mísseis de cruzeiro com alcance entre 500 e 5.500 quilômetros.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала