Colômbia defende criar 'Prosul' para substituir Unasul

Nos siga noTelegram
O presidente da Colômbia, Iván Duque, disse nesta segunda-feira (14) que trabalha com vários presidentes latino-americanos para criar o Prosul, uma alternativa à União de Nações Sul-Americanas (Unasul)

"Com o presidente do Chile, Sebastián Piñera, estamos avançando nesse final da Unasul e na criação da Prosul, que mais do que uma organização burocrática e ao serviço de um governo particular, seria um mecanismo de coordenação sul-americana", disse Duque durante uma entrevista à emissora de rádio Oye Cali.

Duque também observou que a Prosul será um mecanismo que defenderá "a independência de poderes, a economia de mercado e a agenda social".

A Unasul está em crise após Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Paraguai e Peru suspenderem sua participação no bloco em 2018 por oposição ao presidente venezuelano Nicolás Maduro. 

Centro Simón Bolívar e prédio administrativo da Assembleia Nacional em Caracas - Sputnik Brasil
Colômbia aplicará sanções a autoridades do governo da Venezuela
Em 10 de agosto de 2018, apenas três dias após Duque tornar-se presidente da Colômbia, Bogotá anunciou que estava deixando a Unasul para acabar com a "ditadura" da Venezuela.

Sobre a Unasul, Duque afirmou: "é muito importante que esta instituição, que tem sido um acessório da ditadura da Venezuela, tenha acabado".

"Estamos avançando nas conversas com vários presidentes da América Latina para que a Unasul chegue ao seu fim e se inicie a construção de um etapa muito mais ágil, menos burocrática, mais coordenada de cooperação", também disse o mandatário colombiano.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала