Ações dos EUA no Japão criam riscos à segurança da Rússia e China, alerta Lavrov

© Sputnik / Ramil Sitdikov / Abrir o banco de imagensMinistro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, durante conversações com homólogo japonês Taro Kono (imagem de arquivo)
Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, durante conversações com homólogo japonês Taro Kono (imagem de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Moscou alertou Tóquio sobre as ações americanas em desenvolver um sistema de defesa antimíssil no território japonês e militarizar a região, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

Durante conversações realizadas em Moscou nesta segunda-feira (14) com o homólogo japonês Taro Kono, o chanceler russo alertou sobre os riscos que causam a militarização da região.

Segundo o chanceler russo, as atividades militares americanas no Japão representam riscos para a segurança tanto russa como chinesa.

Entrevista coletiva da representante oficial da chancelaria russa, Maria Zakharova, em 16 de março de 2017 - Sputnik Brasil
Tratado de paz entre Moscou e Tóquio avança mas Japão não deve envolver EUA, diz Zakharova
"Chamamos a atenção [do Japão] nas negociações sobre as ações que os EUA estão tomando para desenvolver seu sistema global de defesa antimíssil no território japonês, ações que visam militarizar essa parte do globo e ações pelas quais os EUA formalmente justificam pela necessidade de neutralizar o que eles chamam de ameaça nuclear norte-coreana. Mas, na realidade, são essas ações que representam riscos para a segurança da Rússia e da China", disse Lavrov durante conversações em Moscou.

Em Moscou, no dia 14 de janeiro, acontece a primeira rodada de conversações entre Lavrov e Kono sobre um tratado de paz entre a Rússia e Japão.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала