Maior paralisação da história do governo dos EUA pode custar mais que muro fronteiriço

© Sputnik / Natalia Seliverstova / Abrir o banco de imagensDólar
Dólar - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A paralisação parcial do governo dos EUA pode vir a a custar mais à economia estadunidense do que o muro na fronteira com o México, assunto que provocou o denominado "shutdown", destacou um estudo da empresa de qualificação de riscos S&P, citado pelo canal CNBC.

"Calculamos que este ‘shutdown' implica perdas de cerca de 1.200 milhões de dólares [R$ 4.500 milhões] por semana para o PIB estadunidense", afirma a economista da S&P Beth Bovino, citada pelo canal, acrescentando que as perdas da economia dos EUA por causa da paralisação parcial do governo já atingiram 3.600 milhões de dólares (R$ 13.400 milhões).

Prédio do Congresso dos EUA, Washington - Sputnik Brasil
'Shutdown' nos EUA: razões e consequências da paralisação do governo estadunidense
Desta maneira, se o "shutdown" continuar na semana que vem, custará mais do que o muro na fronteira com o México, exigido pelo presidente dos EUA.

Hoje (12), a paralisação se tornou a mais longa na história dos EUA, batendo o recorde de 21 dias. Durante a presidência de Bill Clinton o governo parou de 15 de dezembro de 1995 a 6 de janeiro de 1996.

O governo dos EUA está paralisado desde 22 de dezembro depois que o presidente dos EUA se recusou a aprovar o projeto de orçamento para 2019 se ele não incluísse o financiamento do muro na fronteira mexicana.

Donald Trump exige mais de 5 bilhões de dólares para o projeto, mas os democratas, que representam a maioria na Câmara dos Representantes, rejeitam o pedido de financiamento.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала