Polícia do Peru confronta manifestantes que atacavam embaixada da Venezuela

© AP Photo / Martin MejiaEm frente à embaixada da Venezuela, em Lima, no Peru, um grupo de venezuelanos protesta contra posse do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.
Em frente à embaixada da Venezuela, em Lima, no Peru, um grupo de venezuelanos protesta contra posse do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A polícia peruana dispersou uma multidão de venezuelanos que atacaram o prédio da Embaixada da Venezuela em Lima, que protestavam contra a posse do segundo mandato do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, informou a mídia local quase.

Segundo informa o jornal Nacional, a polícia usou gás lacrimogêneo contra a multidão.

A embaixada, por sua vez, publicou um vídeo mostrando os manifestantes quebrando o portão e entrando edifício. Apesar da represália policial, não há relatos sobre prisões durante os protestos.

Na quinta-feira (10), Maduro tomou posse de seu segundo mandato, que durará até 2025.

Após a posse, o governo peruano decidiu chamar de volta ao Peru seu representante diplomático que permanecia na Venezuela.

O governo peruano também disse que vê a posse de Maduro como ilegítima e que apoia a Assembleia Nacional venezuelana — parlamento unicameral que é controlado pela oposição venezuelana e que foi desautorizada pela Justiça do país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала