EUA não reconhecem autoridade de Maduro na Venezuela

© Sputnik / Aleksei Vitvitsky / Abrir o banco de imagensConselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton
Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O conselheiro da presidência norte-americana, John Bolton, declarou nesta sexta-feira (11) que os EUA não reconhecem a autoridade de Nicolás Maduro na Venezuela e vão utilizar de todas as medidas de pressão sobre o governo neste país.

"Os Estados Unidos não reconhecem as reivindicações ilegais do ditador venezuelano Nicolás Maduro no governo. Sua 'eleição' em maio de 2018 foi considerada não livre, desonesta e indigna de confiança em todo o mundo", diz Bolton em uma declaração por escrito.

Nicolás Maduro, presidente de Venezuela, asume su segundo mandato - Sputnik Brasil
OEA não reconhece governo de Maduro e pede novas eleições
“Acreditamos que o regime ilegal de Maduro é diretamente responsável pela segurança de todos os venezuelanos, que demandam em voz alta o direito de escolher livremente seus líderes. Continuaremos a usar todo o poder econômico e diplomático dos Estados Unidos para restaurar a democracia na Venezuela”, acrescentou Bolton.

Maduro assumiu na última quinta-feia o seu segundo mandato presidencial, que acaba em 2015, em meio à grave crise econômica e política que atravessa o país. Maduro acusa os EUA e vários países de conduzir uma guerra econômica contra a Venezuela.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала