Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'O racismo cresce nesses governos', diz chanceler da Venezuela após Chile criticar Maduro

© REUTERS / Carlos Garcia RawlinsJorge Arreaza, ministro das Relações Exteriores da Venezuela, em 12 de agosto de 2017
Jorge Arreaza, ministro das Relações Exteriores da Venezuela, em 12 de agosto de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga no
O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, acredita que comunicado emitido pelo Chile chamando a reeleição do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, "um dia negro para a democracia da Venezuela" é uma manifestação de de racismo.

Na quinta-feira (10), Maduro tomou posse de seu segundo mandato presidencial, que termina em 2025. A chancelaria chilena disse que não reconheceria o novo termo presidencial de Nicolás Maduro.

"O racismo cresce nesses governos em toda a ideia que eles expressam e em cada movimento que eles fazem", escreveu Arreaza em sua conta oficial no Twitter.

Nicolás Maduro, presidente de Venezuela, asume su segundo mandato - Sputnik Brasil
Chile não reconhece novo mandato de Maduro, diz chanceler
A reeleição de Nicolás Maduro em 20 de Maio e sua subsequente posse, na quinta-feira (10), tem sido criticada pelos países vizinhos.

O Grupo de Lima recusou os resultados da eleição presidencial que garantiu a Maduro seu segundo mandato.

Da mesma forma, a Organização dos Estados Americanos (OEA), afirmou que não reconhece os poderes de Maduro. O governo do Paraguai foi adiante e cortou relações diplomáticas com a Venezuela.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала