EUA devem agir com cautela e sabedoria no Oriente Médio, diz ex-oficial

© AP Photo / Hasan Jamali Soldado americano junto à bandeira dos EUA (arquivo)
Soldado americano junto à bandeira dos EUA (arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Segundo o tenente-general aposentado americano, Frederick Benjamin "Ben" Hodges, tanto os EUA quanto seus aliados devem ter cuidado com a mudança de regime no Oriente Médio.

Hodges espera que a comunidade internacional faça tudo ao seu alcance, sejam sanções, isolamento, pressões ou acordos diplomáticos para proteger os inocentes, porém, alerta que uma mudança de regime seja um grande perigo.

Para Hodges, esse é um momento muito delicado e qualquer ação deve ser analisada, inclusive sua estratégia a nível regional, como é o caso de uma retirada militar.

As bandeiras nacionais dos EUA e do Irã - Sputnik Brasil
Irã não respeitará 'sanções ilegais' dos EUA, diz ministro do Petróleo
Sendo assim, é necessário que haja uma estratégia para alcançar um resultado, principalmente ao se dirigir a uma região como o Oriente Médio, África, Mediterrâneo e o mar Negro.

Essa estratégia deve ser muito clara para todos os países envolvidos, inclusive para seus aliados, afirmou Hodges, enfatizando que tanto os EUA quanto seus aliados têm o direito e a obrigação de defender "os cidadãos inocentes" da região.

Anteriormente, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou em meados de dezembro de 2018 a vitória sobre o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) na Síria, ordenando a retirada de suas tropas e observando que essa era a única razão para a permanência dos militares americanos no país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала