500 indianos organizam funeral magnífico para crocodilo de 130 anos

CC0 / Pixabay / Crocodilo (imagem referencial)
Crocodilo (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Na Índia, 500 pessoas compareceram ao funeral de um crocodilo de 130 anos, informa edição Hindustan Times.

O réptil Gangaram morreu na terça-feira (8). Moradores da aldeia de Bawamohatra, no estado de Chhattisgarh, encontraram o corpo do crocodilo em uma lagoa local.

Crocodilo-de-água-salgada na ilha de Ramree, Myanmar (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Crocodilos 'sagrados' estariam nadando 600 km para comer timorenses
O corpo foi examinado por especialistas que chegaram à conclusão de que Gangaram morreu de velhice. Indianos organizaram um magnífico funeral para o réptil de três metros de comprimento.

Gangaram foi transportado em um trator decorado com flores e guirlandas até o túmulo. Moradores de aldeias vizinhas também o acompanharam em seu último passeio pela região. Segundo um morador da aldeia Basawana, o réptil era muito "amigável" e nunca mordeu ninguém.

"Crianças podiam nadar perto de Gangaram. Ele nunca atacou ninguém nem feriu ninguém. Ele não era um crocodilo, e sim um amigo e uma criação divina, nós o reverenciávamos", afirmou o indiano.

Jacaré jovem no Zoológico Nacional em Havana, em 27 de maio de 2015 (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Bebê crocodilo é encontrado vivendo em piscina na Austrália (FOTO)
Um morador da aldeia de Veer Sing Das acrescentou que Gangaram só comia arroz e sopa de feijão. Ele chamou o crocodilo de "compreensivo", porque o réptil costumava ir para o outro lado da lagoa quando banhistas chegavam.

Ancião Mohan Sahu indicou que os habitantes da aldeia consideravam o crocodilo o guardião da aldeia. O corpo do réptil foi enterrado perto da lagoa, eles planejam instalar uma estátua no túmulo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала