Cientistas encontram sinais de rádio vindos de galáxia distante 1,5 bilhão de anos-luz

CC0 / / Galáxia (imagem de arquivo)
Galáxia (imagem de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Cientistas canadenses encontraram sinais de rádio repetidos vindos de uma galáxia que fica a 1,5 bilhão de anos-luz de distância da Terra, informou o jornal britânico The Independent nesta quarta-feira (9).

O sinal pode ter diversas fontes e rende especulações. Ele pode ter sido causado por uma explosão estrelar ou ser uma transmissão de alienígenas. 

É apenas a segunda vez que um sinal de rádio do tipo é detectado, informa o The Independent.

"Até agora, havia apenas uma rajada rápida de rádio conhecida. Saber que há outra sugere que poderia haver mais por aí. E com mais repetidores e mais fontes disponíveis para estudo, podemos entender esses enigmas cósmicos — de onde eles vêm e o que os causa", disse a professora de astrofísica Universidade da Columbia Britânica Ingrid Stairs.

Ao todo, foram detectados 13 sinais de rádio — e 7 dos quais tinham frequência de 400 MHz. O equipamento que captou a descoberta, o Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment, pode ter deixado passar sinais de rádio com frequência menores. 

Imagem de Saturno tirada pelo telescópio espacial Hubble pertencente à NASA - Sputnik Brasil
Câmera principal do telescópio Hubble para de funcionar
"Isso poderia significar algum tipo de aglomerado denso como um remanescente de supernova", diz o membro da equipe Cherry Ng, um astrônomo da Universidade de Toronto. "Ou perto do buraco negro central de uma galáxia. Mas tem que estar em algum lugar especial para nos dar toda a dispersão que vemos".

Tom Landecker, membro da equipe de pesquisa, afirmou que a questão ainda não foi totalmente entendida, mas fornece mais pistas para o quebra-cabeças.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала