Trump celebra morte de integrante da Al-Qaeda por trás do ataque contra o USS Cole

© AP Photo / DIMITRI MESSINISIn Sunday, Oct. 15, 2000 file photo, experts in a speed boat examine the damaged hull of the USS Cole at the Yemeni port of Aden after a powerful explosion ripped a hole in the U.S Navy destroyer in the Yemeni port, killing 17 sailors and injuring some 30 others. A federal appeals court on Thursday, June 20, 2013 reinstated a lawsuit by the families of 17 sailors killed in the 2000 bombing of the USS Cole. A three-judge panel of the 4th U.S. Circuit Court of Appeals on Thursday reversed a lower court's dismissal of the lawsuit against Sudan.
In Sunday, Oct. 15, 2000 file photo, experts in a speed boat examine the damaged hull of the USS Cole at the Yemeni port of Aden after a powerful explosion ripped a hole in the U.S Navy destroyer in the Yemeni port, killing 17 sailors and injuring some 30 others. A federal appeals court on Thursday, June 20, 2013 reinstated a lawsuit by the families of 17 sailors killed in the 2000 bombing of the USS Cole. A three-judge panel of the 4th U.S. Circuit Court of Appeals on Thursday reversed a lower court's dismissal of the lawsuit against Sudan. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos EUA, Donald Trump, confirmou neste domingo que Jamal Badawi, um agente do grupo terrorista Al-Qaeda, responsável por um ataque contra o navio USS Cole em 2000, havia sido morto em um ataque aéreo.

"Nosso GRANDE EXÉRCITO fez justiça para os heróis perdidos e feridos no ataque covarde ao USS Cole. Acabamos de matar o líder desse ataque, Jamal al-Badawi. Nosso trabalho contra a Al-Qaeda continua. Nós nunca pararemos em nossa luta contra o terrorismo islâmico radical!", escreveu Trump no Twitter.

Martelo - Sputnik Brasil
Corte dos EUA autoriza Trump a banir militares transexuais do serviço militar
O Comando Central dos EUA confirmou horas depois que Badawi foi morto em um ataque de precisão no governo do Marib, no Iêmen, em 1º de janeiro deste ano.

"Jamal al-Badawi era um agente da Al-Qaeda envolvido no atentado do USS Cole. Forças dos EUA confirmaram os resultados do ataque após um processo deliberado de avaliação", disseram os militares também no Twitter.

A mídia norte-americana informou neste sábado que Badawi, que foi indiciado por um grande júri em 2003 por orquestrar o ataque de 12 de outubro de 2000 ao USS Cole – em um incidente que matou 17 marinheiros americanos –, havia sido morto em um ataque dos EUA no Iêmen.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала