Driblando impostos, Google enviou mais de US$ 22 bilhões para Bermudas só em 2017

Nos siga noTelegram
O gigante tecnológico Google enviou ao paraíso fiscal das Bermudas 22,7 bilhões de dólares através de filiais holandesas em 2017. O valor enviado em 2017 supera o de 2016 em 4,5 bilhões de dólares, informa Reuters, citando documentos arquivados da Câmara de Comércio da Holanda.

O Google usou a empresa Google Netherlands Holdings BV para transferir o dinheiro, obtido fora dos EUA para filial Google Ireland Holdings, que fica nas Bermudas, onde empresas não pagam impostos sobre os lucros.

Esta estratégia impositiva, que segundo a Reuters é tecnicamente legal e é conhecida como "Double Irish, Dutch Sandwich" que permite que o Google escape de impostos tanto americanos quanto europeus, passou décadas sendo usada.

Página do Google em tablet (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Especialista diz que empresas como Google representam uma grande ameaça à democracia
No entanto, a pressão da União Europeia e dos EUA fez a Irlanda acabar com o esquema: desde 2014 essa vantagem está sendo cortada gradualmente e até 2020 será fechada completamente.

O próprio Google declarou que seu jeito de administrar as finanças corresponde à lei.

"Pagamos todos os impostos e cumprimos a lei fiscal em cada país em que operamos ao redor do mundo", de acordo com comunicado da empresa.

No comunicado foi acrescentado também que a Google, assim como outras multinacionais, paga a maior parte da taxa de imposto corporativo em seu país de origem e, nos últimos dez anos, pagou uma taxa de imposto efetiva global de 26%.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала