Trump explica por que a União Soviética acabou

© REUTERS / Brian C. FrankPresidente dos EUA Donald Trump durante a campanha eleitoral em 2015 com a Bíblia nas mãos
Presidente dos EUA Donald Trump durante a campanha eleitoral em 2015 com a Bíblia nas mãos - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou na quarta-feira (2), em uma reunião com jornalistas, que a antiga URSS se desintegrou devido à intervenção no Afeganistão.

"A Rússia era a União Soviética. O Afeganistão a fez Rússia, porque eles quebraram lutando no Afeganistão", afirmou. Ao mesmo tempo, disse Trump, os soviéticos "tinham o direito de estar no Afeganistão". "A razão pela qual a Rússia esteve no Afeganistão foi porque os terroristas estavam se preparando para ir à Rússia", acrescentou.

Presidente dos EUA, Donald Trump, reúne-se com presidente russo, Vladimir Putin, no palácio presidencial em Helsinque, 16 de julho de 2018 - Sputnik Brasil
Acordo comercial garante que México pagará pelo muro, declara Trump
Segundo o presidente dos EUA, o maior problema foi que se tratava de uma "luta muito dura" que "literalmente" quebrou a URSS. Trump ainda disse que "muitos desses lugares sobre os quais se lê agora já não são mais parte da Rússia por causa do Afeganistão".

Para o líder norte-americano, os que devem lutar no Afeganistão hoje não são os Estados Unidos e sim seus vizinhos, como o Paquistão, a Índia ou a Rússia. Ele acrescentou que seu país gastou bilhões de dólares em operações no Afeganistão.

A posição não é novidade, uma vez que Donald Trump se opõe desde há muitos anos à guerra dos EUA com o Afeganistão.

A intervenção da URSS no Afeganistão durou entre 1979 e 1989. O país lutou ao lado do governo contra insurgentes muyahidines. As mortes de soviéticos no conflito superam o número de 15 mil, além de mais de 50 mil feridos em consequência do conflito.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала