Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Tirando tropas da Síria, EUA pretendem passar responsabilidade para aliados, diz Lavrov

© AFP 2021 / DELIL SOULEIMANForças dos EUA na Síria (foto de arquivo)
Forças dos EUA na Síria (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
Washington quer passar responsabilidade para parceiros da coalizão de luta contra o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em vários outros países) e para aliados no Oriente médio, declarou o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, comentando a retirada das tropas dos EUA da Síria.

"Parece que Washington quer passar a responsabilidade para seus parceiros da coalizão. Nas operações terrestres são os militares franceses, britânicos e alemães que estão lá ilegalmente, mas há também as forças aéreas militares da coalizão. Há, como disseram, aliados da região aos quais os EUA querem passar a carga financeira adicional", ressaltou Lavrov em coletiva de imprensa depois de negociações com o homólogo jordaniano Ayman Safadi.

Além disso, o chanceler russo espera receber explicações dos EUA sobre o que eles querem na Síria, levando em conta que o objetivo final da luta contra o terrorismo na Síria, que foi proclamado também como meta da coalizão internacional liderada pelos EUA, é restabelecer a soberania e integridade territorial da Síria.

A ministra alemã da Defesa, Ursula von der Leyen, conversa com militares alemães durante uma visita à base aérea de Incirlik, onde tropas alemãs estavam instaladas, em 21 de janeiro de 2016 - Sputnik Brasil
Daesh não está completamente derrotado na Síria, garante ministra alemã
A situação ao redor da retirada das tropas americanas da Síria será discutida com a delegação turca em 29 de dezembro em Moscou, comentou Lavrov.

Em 19 de dezembro, a Casa Branca anunciou retirada de 2.000 soldados da Síria, que duraria entre 60 e 100 dias. Trump decidiu tirar forças americanas do país árabe por afirmar ter derrotado o Daesh. A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, disse que os EUA já iniciaram a retirada das tropas do país, mas que a vitória sobre o Daesh não significava o fim da coalizão internacional na Síria.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала