Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Argentina: Justiça condena 2 militares por sequestros e tortura durante ditadura

© AFP 2021 / StringerO ditador chileno Augusto Pinochet e seu homólogo argentino, Jorge Rafael Videa.
O ditador chileno Augusto Pinochet e seu homólogo argentino, Jorge Rafael Videa. - Sputnik Brasil
Nos siga no
Um ex-comandante da Força Aérea Argentina e um ex-agente de inteligência foram condenados nesta sexta-feira (28) a 15 e 13 anos de prisão, respectivamente. A pena é pela participação em sequestros e tortura ocorridos durante a ditadura que governou o país sul-americano (1976 -1983), informou a imprensa local.

De acordo com a Justiça, os crimes de Omar Rubens Graffigna e Jorge Monteverde ocorreram no centro clandestino chamado Virrey Cevallos, localizado na capital, que estava sob o comando da Força Aérea.

A presidente do Chile, Michelle Bachelet - Sputnik Brasil
Supremo do Chile revoga liberdade condicional de militar que torturou pai de Bachelet
A mesma decisão absolveu Enrique Monteverde, irmão Jorge Monteverde, e acusado dos mesmos crimes. 

O único que participou da audiência foi Graffigna, de 91 anos. Ele já havia sido acusado em outro julgamento por crimes contra a humanidade, mas foi absolvido em 1985.

Organizações de direitos humanos estimam que durante a ditadura argentina cerca de 30.000 foram mortas ou desaparecidas. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала