Paquistão proíbe ex-presidente de deixar o país por suspeita de corrupção

© East News / Action press/Public AddressBandeira do Paquistão
Bandeira do Paquistão - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Paquistão impôs uma proibição de viagens ao ex-presidente Asif Ali Zardari e a outras 171 pessoas, enquanto as autoridades concluem uma investigação sobre uma suposta lavagem de dinheiro.

O ministro da Informação, Fawad Chaudhry, anunciou a proibição nesta quinta-feira (27), depois que policiais e investigadores federais disseram que Zardari e outros suspeitos estavam envolvidos com contas bancárias falsas. As autoridades estão no processo de registrar um caso formal.

Militares dos EUA no Iraque - Sputnik Brasil
EUA não desistirão de seu papel de gendarme, afirma especialista
Zardari, que atualmente é membro da câmara baixa do Parlamento, é acusado de ter dúzias de contas bancárias falsas. Ele negou qualquer transgressão.

Zardari era casado com Benazir Bhutto, ex-primeira-ministra que foi assassinada em 2007. Quinta-feira marcará 11º aniversário de sua morte.

 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала