Rússia está pronta para levar gás para Europa mesmo sem acordo com a Ucrânia, diz ministro

© Sputnik / Maksim Blinov / Abrir o banco de imagensExpoForum in the run-up to the 2017 St. Petersburg International Economic Forum
ExpoForum in the run-up to the 2017 St. Petersburg International Economic Forum - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia está pronta para fornecer gás à Europa sob contratos de longo prazo, mesmo na ausência de um acordo para o trânsito de gás com a Ucrânia até dezembro de 2019, disse o ministro russo da Energia, Alexandr Nóvak.

"Em qualquer circunstância, garantimos o fornecimento de gás russo sob contratos de longo prazo assinados pela Gazprom", disse Nóvak em entrevista ao jornal Kommersant, respondendo se a Rússia tem uma estratégia para fornecer gás à Europa, se até dezembro de 2019 não houver um novo contrato de trânsito pela Ucrânia.

Ele acrescentou que os atuais volumes de suprimentos de gás russo para a Europa indicam a necessidade de assinar contratos adicionais para a exportação de gás.

Saif al-Islam, em foto de 2011. - Sputnik Brasil
Rússia diz que filho de Kadhafi deve poder participar das eleições na Líbia
Em julho do ano passado, as negociações entre a Rússia, a Ucrânia e a Comissão Europeia sobre trânsito de gás foram retomadas; A última reunião de peritos foi realizada em Bruxelas, em 12 e 13 de setembro.

A nova reunião foi marcada para 11 de dezembro, mas foi adiada para a segunda quinzena de janeiro.

O contrato atual para o trânsito do gás russo através da Ucrânia para a Europa expira no final de 2019.

O Ministério da Energia da Rússia declarou que a Rússia está disposta a considerar a possibilidade de usar o sistema de trânsito de gás da Ucrânia a partir de 1º de janeiro de 2020, desde que seja viável e competitivo do ponto de vista econômico.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала