Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Rússia diz que filho de Kadhafi deve poder participar das eleições na Líbia

Nos siga no
Saif al-Islam, filho do líder muçulmano da Líbia Muammar Kadhafi, deve ter a chance de concorrer ao governo do país, disse um alto diplomata russo. Mais cedo, a Bloomberg informou que ele pediu à Rússia para apoiar sua candidatura presidencial.

A notícia sobre os contatos de Saif al-Islam com o Kremlin é parte de uma história maior sobre o papel da Rússia no país devastado pela guerra, que se desintegrou depois que a revolta apoiada pela OTAN derrubou Muammar Kadhafi em 2011.

Homem com a bandeira da Líbia. - Sputnik Brasil
Líbia votará em referendo de nova Constituição

O líder de longa data foi sumariamente executado enquanto seu filho Saif al-Islam passou anos como prisioneiro de milícias na cidade de Zintan, no oeste da Líbia. O jovem Kadhafi há muito declarou sua intenção de concorrer à presidência da Líbia.

"Nossa posição é que ninguém deve ser isolado e excluído de um papel político construtivo", disse o vice-ministro de Relações Exteriores da Rússia, Mikhail Bogdanov, à Sputnik nesta segunda-feira, em resposta à notícia. "Saif al-Islam tem o apoio de tribos específicas na Líbia e tudo isso deve ser parte do processo político geral".

De acordo com a Bloomberg, diplomatas russos conversaram com Saif al-Islam através de um link de vídeo logo após sua libertação pelas milícias em 2017. Seu representante também falou com Bogdanov no início de dezembro, explicando a visão de Kadhafi filho sobre o futuro da Líbia e pedindo apoio de Moscou. Autoridades russas não comentaram as alegações.

Bogdanov confirmou que Moscou mantém contato com vários grupos no país como parte do processo de paz.

Khalifa Haftar, comandante do Exército Nacional da Líbia - Sputnik Brasil
Fim da guerra à vista? Líbia tem candidato a 'ser novo Kadhafi'

A Líbia continua em crise quase uma década depois da intervenção do Ocidente. O seu governo, reconhecido pelas Nações Unidas em Trípoli, controla apenas uma pequena parte do país e tem de manter as milícias locais satisfeitas para mantê-las do seu lado. Outro centro de poder no leste está no controle dos campos de petróleo da Líbia, mas tem que negociar termos de exportações de petróleo com o governo para conduzir os negócios legalmente. Há também numerosas facções tribais mais profundas no sul, contrabandistas de armas, traficantes de seres humanos, combatentes jihadistas e outras forças.

O plano para realizar uma eleição presidencial este ano foi adiado devido à contínua luta entre os dois governos rivais da Líbia e agora o pleito está programado para o próximo ano.

Em novembro, o chefe do grupo de contato russo sobre assentamento intra-líbio, Lev Dengov, disse que Saif al-Islam é parte do processo político no país, pois há pessoas que apoiam tudo que é relacionado a Kadhafi, a quem parte da população ainda vê com saudosismo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала