Chefe do Pentágono pede que EUA usem todas as ferramentas de defesa contra Rússia e China

© AP Photo / Matt DunhamGeneral aposentado da Infantaria da Marinha a candidato ao posto de Secretário de Defesa norte-americano, James Mattis
General aposentado da Infantaria da Marinha a candidato ao posto de Secretário de Defesa norte-americano, James Mattis - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Em sua carta de renúncia, o chefe do Pentágono, James Mattis, disse ao presidente dos EUA, Donald Trump, que Washington deveria usar todas as ferramentas para garantir a defesa do país e dos aliados contra a Rússia e a China.

O secretário de Defesa dos EUA acusa ambos os países de serem autoritários e diz que Washington deve garantir a "defesa comum".

Secretário de Estado norte-americano James Mattis gestures durante a conferência de imprensa sobre a campanha contra o Daesh no Pentágono, Washington, 19 de maio de 2017 - Sputnik Brasil
Secretário de Defesa dos EUA anuncia que vai deixar o cargo em fevereiro
"É evidente que a China e a Rússia, por exemplo, querem moldar um mundo de acordo com o seu modelo autoritário — ganhando poder de veto sobre as decisões econômicas, diplomáticas e de segurança de outras nações — para promover seus próprios interesses à custa de seus vizinhos e de nossos aliados. É por isso que devemos usar todas as ferramentas do poder americano para garantir a defesa comum", escreve Mattis em sua carta publicada pela NBC.

Ele ainda adicionou por escrito que acredita que os EUA devem ser "resolutos e inequívocos em sua abordagem aos países cujos interesses estratégicos estão cada vez mais em tensão" com o Estado norte-americano.

Na quinta-feira (20), o presidente americano havia anunciado em sua conta do Twitter que Mattis se aposentaria no final de fevereiro de 2019, após servir o governo por dois anos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала