Pamela Anderson pede a Putin para proibir a captura e exportação de orcas para China

© Sputnik / Maxim Blinov / Abrir o banco de imagensAtriz Pamela Anderson
Atriz Pamela Anderson - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A atriz e membro do Fundo Internacional para o Bem-Estar dos Animais (IFAW), Pamela Anderson, declarou ter pedido ao presidente russo Vladimir Putin que proíba a captura de orcas e baleias brancas que são exportadas para a China.

"Recentemente eu escrevi ao presidente russo Vladimir Putin pedindo-lhe que ponha fim à captura de orcas e belugas que são exportadas para a China e são lá exibidas em aquários", disse a atriz, citada pelo site da fundação.

Ela afirmou que está seguindo com atenção a situação e espera que "esses mamíferos incríveis saiam em breve da ‘prisão chinesa' e que esse negócio cruel passe à história".

Pamela Anderson acrescentou também que gostaria de regressar à Rússia para discutir a questão de defesa da Antártida e do oceano Antártico e conhecer os êxitos russos na esfera de preservação da natureza selvagem.

Queimada no Distrito Federal - Sputnik Brasil
COP24: governos acordam regras para implementar Acordo climático de Paris
No fim de outubro, Greenpeace Rússia informou que se estava preparando a venda ilegal de 13 orcas à China e que nos últimos cinco anos já foram exportados 15 destes mamíferos marinhos. No decorrer de investigação do caso, as autoridades russas detectaram várias violações das condições de manutenção destes animais marinhos.

No mês seguinte, 20 biólogos de oito países, em uma carta à agência ambiental da Rússia (Rosprirodnadzor) no Extremo Oriente do país, apelaram para não aprovar a captura total permitida (TAC) de orcas para o ano de 2019, avisando que a caça destes animais no mar de Okhotsk poderia esgotar rapidamente toda a população da espécie.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала