Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Ex-ministro francês: Saída dos EUA da Síria é uma 'vitória para o povo sírio'

© AFP 2021 / DELIL SOULEIMANHomens armados uniformizados das forças de operações especiais dos EUA na província de Raqqa.
Homens armados uniformizados das forças de operações especiais dos EUA na província de Raqqa. - Sputnik Brasil
Nos siga no
A decisão dos EUA de retirar tropas da Síria é uma vitória do povo sírio, do exército e de seus aliados, incluindo Rússia e Irã, disse Thutry Mariani, ex-ministro dos Transportes da França e ex-membro da Assembleia Nacional, à Sputnik nesta quarta-feira.

"Primeiro de tudo, este evento é uma vitória para o povo sírio, o exército sírio e todos aqueles que os apoiaram em terra — Rússia e Irã", disse Mariani.

Forças dos EUA na Síria (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Casa Branca declara que EUA iniciaram retirada de suas tropas da Síria
Segundo Mariani, ainda é cedo para falar sobre as consequências da decisão dos EUA de retirar suas tropas. O ex-ministro observou que a situação de Idlib, a última fortaleza da insurgência na Síria, permaneceu sem solução. Ele enfatizou a necessidade de uma solução pacífica.

Mais cedo na quarta-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, declarou que os Estados Unidos derrotaram o Daesh (autodenominado Estado Islâmico) na Síria, acrescentando que o grupo terrorista era a única razão pela qual as tropas dos EUA estavam lutando no país do Oriente Médio durante sua presidência.

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, disse no início do dia que militares norte-americanos estavam voltando para casa de sua missão contra o grupo terrorista Daesh na Síria.

Ela ressaltou que os Estados Unidos estavam passando para a próxima fase de sua campanha na Síria e continuariam a trabalhar com seus aliados para combater o grupo radical.

A coalizão de mais de 70 países liderada pelos EUA está conduzindo operações militares contra o Daesh na Síria e no Iraque. As operações da coalizão na Síria não são autorizadas pelo governo sírio ou pelo Conselho de Segurança da ONU.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала