'Criação de exército no Kosovo viola resolução do Conselho de Segurança da ONU'

Nos siga noTelegram
A Rússia lamenta o fato de a União Europeia não ter respondido adequadamente à decisão do Kosovo de transformar sua força de segurança em um exército nacional, declarou nesta segunda-feira o enviado russo para as Nações Unidas, Vassily Nebenzia.

"Ficamos muito desapontados com a posição da União Europeia. Por um lado, ela afirma desempenhar o papel de um mediador objetivo. Por outro lado, desconsidera a criação ilegal do exército do Kosovo. A reação da UE à mais recente decisão de Pristina só pode ser chamada de desdentada", disse Nebenzia ao Conselho de Segurança da ONU.

Paraquedista dos EUA, que faz parte da missão de paz da OTAN no Kosovo - Sputnik Brasil
Análise: criação de exército em Kosovo faz parte da estratégia dos EUA nos Bálcãs
De acordo com o embaixador russo, a decisão de transformar a atual força de segurança do Kosovo em um exército configura uma violação flagrante da resolução 1244 do Conselho de Segurança da ONU. 

"A decisão de transformar as forças de segurança do Kosovo em forças de defesa do Kosovo tornou-se uma violação grosseira da resolução 1244 do Conselho de Segurança [da ONU]", disse ele. "No que diz respeito à decisão de criar a força armada do Kosovo, que viola a resolução [1244], ela deve ser revertida imediatamente."

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала