Caças americanos de sexta geração serão os mais caros da história

Nos siga noTelegram
A aeronave de sexta geração desenvolvida pela Força Aérea dos EUA, com entrega em 2050, será a mais cara da história da humanidade. O custo estimado por unidade é o triplo do preço do caça mais caro atualmente, o F-35A.

O relatório apresentado pelo Escritório de Orçamento do Congresso dos EUA calcula quanto custará ao país renovar sua frota militar. O documento estima que o Penetrating Counter Air (PCA) — o nome do projeto de caça da sexta geração — deve custar cerca de 300 milhões de dólares por unidade.

Apresentação do sistema aéreo MiG-35 no distrito de Moscou - Sputnik Brasil
VÍDEO registra teste de 2 versões modernizadas do caça russo MiG-35
Essa soma, embora não seja uma estimativa do custo oficial do Pentágono, está sendo divulgada pela primeira vez.

O Escritório de Orçamento do Congresso estima que os EUA precisarão de cerca de 414 aeronaves desse tipo para substituir os atuais F-15C/D e F-22. Também presume que a primeira aeronave do tipo PCA entrará em serviço em 2030, segundo as estimativas declaradas da Força Aérea.

A razão para um preço tão alto, de acordo com o documento, seria o custo das novas tecnologias.

"A aeronave PCA provavelmente teria um alcance e uma carga maiores, bem como recursos de stealth e sensores aprimorados, comparando com o F-22 de hoje, o que possibilitaria melhor desempenho em condições de presença das defesas antiaéreas de ponta que o Departamento de Defesa [dos EUA] acredita que a China, a Rússia e outros possíveis adversários poderiam ter no futuro", diz o relatório.

Para o orçamento do ano fiscal de 2019, a Força Aérea dos EUA solicitou 504 milhões de dólares para o desenvolvimento de seu portfólio de novas tecnologias e armas de combate do futuro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала