Maduro: Venezuela é alvo de ameaças imperialistas

© Sputnik / Sergei Guneev / Abrir o banco de imagensNicolás Maduro, presidente da Venezuela no Fórum Internacional Semana da Energia da Rússia
Nicolás Maduro, presidente da Venezuela no Fórum Internacional Semana da Energia da Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, assegurou nesta sexta-feira na cúpula da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA) que seu país está no olho do furacão das ameaças imperialistas.

"[América Latina] é uma área em disputa. Uma disputa intensa. Uma ofensiva contra governos progressistas. Estamos no olho do furacão das ameaças imperialistas e seus governos satélites no continente", disse Maduro durante a cúpula da ALBA que acontece em Havana.

O ministro da Defesa da Venezuela, Vladimir Padrino López, com os pilotos do avião russo Tu-160 - Sputnik Brasil
Venezuela se despede dos aviões russos (VÍDEO)
Segundo ele, "uma campanha brutal contra a revolução bolivariana" está em curso.

O presidente assegurou que a luta está sendo travada entre o projeto "neocolonialista imperialista" dos Estados Unidos e o projeto de "libertação, independência e felicidade compartilhada" e promovida, entre outros, por seu governo.

Maduro considerou apropriado unir os esforços dos povos da região para estabelecer as bases para a independência dos próximos anos.

A ALBA, fundada em 2004 a pedido da Venezuela, tem entre seus membros Antígua e Barbuda, Bolívia, Cuba, Dominica, Grenada, Nicarágua, Saint Kitts e Nevis, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, e Suriname.

O Governo do Equador decidiu retirar-se da ALBA em agosto deste ano, em resposta à situação política e migratória da Venzuela.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала