Macron decreta estado de emergência social e econômica (VÍDEO)

© REUTERS / Gonzalo FuentesO presidente francês, Emmanuel Macron
O presidente francês, Emmanuel Macron - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente francês, Emmanuel Macron, fez um discurso ao vivo nesta segunda-feira (10) em que fala da atual crise francesa e dos protestos dos "coletes amarelos", que têm marcado presença nas ruas da França nas últimas semanas.

O discurso foi o primeiro feito pelo presidente francês após semanas seguidas de protestos violentos e tumultos em Paris e outras cidades do país.

​"É em primeiro lugar o estado de urgência econômica e social que eu quero decretar hoje para que se possa viver melhor com o seu trabalho."

A expectativa é de que o presidente tome medidas concretas em resposta aos protestos. Anteriormente, sua rival política, Marine Le Pen, afirmou que Macron deve admitir que a França está sofrendo e que Macron deve dar respostas "fortes".

Durante o discurso, Macron ressaltou que a violência durante os protestos não é justificável. Ele também afirmou que França está sob um estado de emergência social e econômica.

Macron também disse que o primeiro-ministro, Édouard Philippe, deverá apresentar na terça-feira (11) algumas medidas de combate à crise no Parlamento francês.

O presidente da França ainda afirmou que pretende implementar um aumento de 100 euros no salário mínimo do país, o que passaria a valer em maio do ano que vem. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала