Palestino é morto por forças israelenses na Cisjordânia

© REUTERS / Ammar AwadPolícia de Israel conduz um manifestante muçulmano durante confrontos em Jerusalém, em 21 de julho de 2017
Polícia de Israel conduz um manifestante muçulmano durante confrontos em Jerusalém, em 21 de julho de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um palestino foi morto pelas forças israelenses na Cisjordânia ocupada nesta terça-feira (4), informou a mídia oficial palestina e uma fonte médica ouvida pela Agence France-Presse (AFP).

Mohammad Habali, de 22 anos, foi baleado depois que forças israelenses realizaram uma incursão noturna na cidade de Tulkarm, no norte da Cisjordânia, informou a agência de notícias oficial palestina Wafa.

Uma fonte médica na área disse que Habali foi atingido na cabeça. O exército israelense confirmou que usou munição letal para dispersar manifestantes.

"Durante a noite, houve uma atividade operacional da IDF [Exército israelense] em Tulkarm, durante a qual uma rebelião violenta foi instigada", disse uma porta-voz do Exército.

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, em entrevista coletiva em Brasília - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
O que pensam árabes e judeus sobre a mudança da embaixada brasileira em Israel?
Os manifestantes lançaram pedras contra os soldados, com as forças "respondendo com meios de dispersão de tumultos e depois com armas de fogo", disse ela.

Israel realiza regularmente incursões dentro da Cisjordânia que, segundo ela, são necessárias para deter criminosos violentos e possíveis invasores.

A Autoridade Palestina, que tem autonomia limitada em partes da Cisjordânia, diz que essas invasões são uma violação dos acordos que Israel assinou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала