Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Acordo de Paris, terrorismo e mais: confira 5 destaques da declaração final do G20

© Sputnik / Vladimir Astapkovich / Abrir o banco de imagensLíderes do G20
Líderes do G20 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Em sua declaração final, os Estados membros do G20 reafirmaram o compromisso com o Acordo de Paris, as regras da "ordem internacional", a necessidade de reforma da Organização Mundial do Comércio (OMC) e o combate ao terrorismo.

A declaração oficial reconhece falhas no comércio global. Não menciona a palavra "protecionismo", no entanto, depois que os negociadores disseram que encontraram resistência dos Estados Unidos.

Os aplausos irromperam no salão do G20 enquanto os líderes, incluindo o presidente dos EUA, Donald Trump, assinaram a declaração final no final da cúpula. 

O acordo não vinculativo foi alcançado depois que as conversas dos diplomatas se estenderam da noite para o dia e até a luz do dia no sábado, em meio a profundas divisões. Autoridades da União Europeia disseram que conciliar o texto final com as posições dos EUA foi a maior dificuldade. 

G20 em números - Sputnik Brasil
Do PIB ao desemprego: conheça os números das 20 maiores economias do mundo
Confira alguns dos destaques do texto emitido neste sábado (1):

Acordo de Paris:

"Os signatários do Acordo de Paris, que também aderiram ao Plano de Ação de Hamburgo, reafirmam que o Acordo de Paris é irreversível e comprometem-se com sua plena implementação, refletindo responsabilidades comuns mas diferenciadas e respectivas capacidades, à luz de diferentes circunstâncias nacionais. Continuaremos a enfrentar as mudanças climáticas, promovendo o desenvolvimento sustentável e o crescimento econômico."

A nota também ressaltou a posição diferente dos Estados Unidos: "Os EUA reiteram sua decisão de retirar-se do Acordo de Paris e afirmam seu forte compromisso com o crescimento econômico e o acesso e segurança energética, utilizando todas as fontes e tecnologias de energia, protegendo o meio ambiente."

Ordem global

"Renovamos nosso compromisso de trabalhar juntos para melhorar uma ordem internacional baseada em regras capaz de responder efetivamente a um mundo em rápida mudança."

Reforma da OMC

"O comércio internacional e o investimento são motores importantes de crescimento, produtividade, inovação, criação de empregos e desenvolvimento. Reconhecemos a contribuição que o sistema multilateral de comércio fez para esse fim", afirma o documento. "O sistema está atualmente aquém dos seus objetivos e há espaço para melhorias. Por isso, apoiamos a necessária reforma da OMC para melhorar o seu funcionamento."

Terrorismo

Temer é convidado de Trump para jantar em Washigton que vai discutir crise na Venezuela - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Temer chega com 'restrição' a um G20 'obsoleto', avaliam especialistas
"Vamos intensificar nossos esforços no combate ao terrorismo e seu financiamento, e à lavagem de dinheiro. Instamos a indústria digital a trabalhar em conjunto para combater a exploração da internet e das mídias sociais para fins terroristas."

Crise de refugiados

"Grandes movimentos de refugiados são uma preocupação global com conseqüências humanitárias, políticas, sociais e econômicas. Nós enfatizamos a importância de ações compartilhadas para abordar as causas profundas do deslocamento e responder às crescentes necessidades humanitárias."

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала