Especialista estadunidense explica por que lança-foguetes russos não têm concorrentes

© Sputnik / Vladimir Astapkovich / Abrir o banco de imagensLançador múltiplo de foguetes TOS-1ª Solntsepyok é mostrado durante uma apresentação dinâmica do fórum militar EXÉRCITO 2018, nos arredores de Moscou
Lançador múltiplo de foguetes TOS-1ª Solntsepyok é mostrado durante uma apresentação dinâmica do fórum militar EXÉRCITO 2018, nos arredores de Moscou - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Em uma publicação recente, uma revista norte-americana deu uma alta avaliação dos lança-foguetes múltiplos pesados TOS-1 Buratino e TOS-1A Solntsepyok. Um especialista em armamentos russos comentou o artigo em uma conversa com a Sputnik.

Recentemente, Charlie Gao, colunista da revista The National Interest, escreveu um artigo sobre os sistemas Buratino e sua versão modernizada, Solntsepyok. De acordo com o autor, estes complexos "mortíferos" são equipados com foguetes incendiários e termobáricos e se destinam a eliminar efetivos, bem como veículos blindados ligeiros e veículos automobilísticos do inimigo.

Lançadores múltiplos de foguetes Tornado-S - Sputnik Brasil
Tropas de mísseis russas começam a ser reequipadas com novos lança-foguetes
A plataforma de lançamento do Buratino é capaz de girar 360 graus, o que melhora significativamente a sua precisão, frisa o colunista. Já o chassi do tanque T-72, sobre o qual o lançador está montado, ajuda o sistema a se deslocar à mesma velocidade que as unidades blindadas que ele deve proteger.

"Esta é a vantagem-chave do Buratino perante os sistemas lança-foguetes múltiplos tradicionais equipados com foguetes incendiários e termobáricos, pois é muito mais preciso e rápido que uma barreira de fogo disparada de modo indireto", explica Gao.

O especialista explica que o TOS-1A Solntsepyok é, de fato, uma atualização do Buratino construído ainda na década de 70 e usado na campanha soviética no Afeganistão, com foguetes de maior alcance — até seis quilômetros.

Lançadores múltiplos de foguetes russos Uragan - Sputnik Brasil
Especialista: lança-foguetes russo consegue parar inimigo ainda na fase de intenções
Ao chamar este sistema de uma das armas "mais temíveis no moderno campo de batalha", Gao frisa que os veículos são muito "úteis" para os combates urbanos, o que pode torná-los bem populares para os compradores no Oriente Médio e África do Norte.

Ao falar com o serviço russo da Rádio Sputnik, o analista militar e chefe do Departamento de Ciência Política e Sociologia da Universidade Econômica Russa Plekhanov, Andrei Koshkin, explicou a razão pela qual foi dada uma avaliação tão alta aos armamentos russos pela parte norte-americana.

"Não há dúvida nenhuma de que os especialistas norte-americanos conhecem bem os sistemas lança-foguetes. É por isso que eles deram uma avaliação apropriada aos nossos Solntsepyok e Buratino. Na verdade, são os melhores sistemas lança-foguetes pesados de todos os já criados, eles correspondem às exigências das modernas ações militares em condições altamente difíceis", analisou.

Em opinião do especialista, "os norte-americanos sonham com veículos de combate desse tipo, mas não conseguem produzir nada parecido por enquanto".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала