Crocodilos 'sagrados' estariam nadando 600 km para comer timorenses

CC BY-SA 2.0 / Bernard DUPONT / Crocodilo-de-água-salgada na ilha de Ramree, Myanmar (imagem referencial)
Crocodilo-de-água-salgada na ilha de Ramree, Myanmar (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os casos de assassinatos de pessoas por crocodilos em Timor-Leste estão 24 vezes mais frequentes do que antes, e há grande possibilidade de se tratar da migração de répteis da Austrália, informa a ABC News.

Os biólogos Sebastian Brackhane e Grahame Webb descobriram que de 1996 a 2014 crocodilos atacaram 130 vezes habitantes da ilha, e a maioria dos ataques ocorreu nos últimos sete anos.

Crocodilo atravessa pista no Parque Nacional Kakadu, na Austrália - Sputnik Brasil
Crocodilo para o trânsito na Austrália
Se antes de 2007, em Timor-Leste, havia menos de um ataque por ano, no período de 2007 a 2014 13 pessoas foram atacadas anualmente.

Em 52% dos casos, ataques de crocodilos levaram à morte das vítimas. Apesar disso, as autoridades não tem a ambição de combater a invasão dos répteis. Timor-Leste considera que crocodilos sejam animais sagrados, e reforça não haver motivo para temer.

Brackhane se refere ao ministro da Agricultura e Pescas da ilha, que caracteriza crocodilos como juízes naturais justos.

Os biólogos indicam que o aumento na frequência de ataques esteja ligado ao êxodo de grandes répteis da Austrália. De acordo com Brackhane, um crocodilo-marinho do norte da Austrália precisa de uns 15 dias para navegar 600 km até Timor-Leste.

Dois tubarões - Sputnik Brasil
10 tubarões contra 1 jovem: predadores marinhos atacam pescador na Austrália
Crocodilos navegando rumo a Timor-Leste são vistos com frequência de plataformas de petróleo na costa norte da Austrália. Para confirmação final da hipótese, é necessário verificar o DNA de crocodilos timorenses. Brackhane e Webb pretendem analisar o DNA dos répteis em breve.

Timor-Leste é um dos países mais novos do mundo por ter obtido independência apenas no século atual, em 2002. A luta por terras, recursos e soberania tem sido tão espinhosa que levou até a um inédito genocídio que durou mais de duas décadas.

Píton se esconde dentro de piano na Austrália - Sputnik Brasil
Píton se esconde dentro de piano na Austrália
Por mais de 100 anos, o país foi dominado por portugueses. Na época, Timor-Leste era a região mais atrasada de todos os territórios possuídos por Lisboa, o que influiu, em grande parte, no seu futuro pós-colonial. A área da ilha corresponde a 15 mil km², e a população é de 1,3 milhão de pessoas.

O crocodilo-marinho é um dos maiores predadores do planeta. Machos atingem 7 metros de comprimento e podem pesar até duas toneladas. Podem ser encontrados na costa oriental da Índia, em muitos países do sudeste da Ásia, em Papua Nova Guiné e no norte da Austrália.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала