Ucrânia põe Forças Armadas em alerta de combate após incidente em estreito de Kerch

© AP Photo / Efrem LukatskyExército da Ucrânia
Exército da Ucrânia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As Forças Armadas e o Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU, na sigla em ucraniano) foram colocados em alerta de combate, segundo comunicou a assessoria do Ministério da Defesa do país. A medida foi tomada em meio à crise após incidente no estreito de Kerch envolvendo navios ucranianos e russos.

De acordo com o comunicado recentemente divulgado, essa ordem baseia-se na decisão do Conselho Nacional de Segurança e Defesa da Ucrânia de impor a Lei Marcial no país por 60 dias.

"Foram fortalecidas as contramedidas de reconhecimento a fim de prevenir outras provocações no território da Ucrânia por parte dos serviços secretos da Rússia e a desestabilização da situação interna no país", declarou a entidade militar.

Provocação da Marinha ucraniana

Em 25 de novembro três navios da Marinha ucraniana, Berdyansk, Nikopol e Yany Kapu, violando os artigos 19 e 21 da Convenção da ONU sobre direito marítimo, atravessaram a fronteira da Rússia. Os navios entraram na zona aquática temporariamente encerrada e realizaram manobras perigosas durante várias horas sem reagir às exigências das embarcações russas que acompanhavam os navios ucranianos.

Presidente ucraniano Pyotr Poroshenko - Sputnik Brasil
Ucrânia exige que Rússia devolva navios detidos e pede ajuda militar a aliados
Foi tomada a decisão de usar armas. Todos os navios ucranianos foram detidos aproximadamente a 20 km da costa russa e a 50 km do local habitual de passagem dos navios no estreito de Kerch por baixo da Ponte da Crimeia.

Durante o incidente, três militares ucranianos ficaram levemente feridos. Eles receberam assistência médica e não correm risco de vida.

A Rússia abriu um processo criminal por violação da fronteira e exigiu a realização de uma sessão urgente do Conselho de Segurança da ONU devido à situação no mar de Azov. A reunião foi marcada, segundo dados preliminares, para as 11h (14h no horário de Brasília).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала