Rússia diz que 'abortará severamente qualquer ataque à sua soberania e segurança'

© Sputnik / Kirill Kallinikov / Abrir o banco de imagensO pico do Kremlin e a bandeira russa na Praça Vermelha
O pico do Kremlin e a bandeira russa na Praça Vermelha - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério das Relações Exteriores russo publicou nesta segunda-feira (26) um comunicado condenando severamente a violação da Marinha da Ucrânia no mar Negro.

"O Ministério das Relações Exteriores expressa seu protesto resoluto em relação à grave violação das regras de navegação pacífica pelas águas territoriais do mar Negro da Rússia, cometida em 25 de novembro de 2018 por navios da Marinha da Ucrânia", diz a diplomacia russa em nota publicada em seu site oficial. 

O Ministério das Relações Exteriores alertou que "a Rússia abortará severamente qualquer ataque à sua soberania e segurança". 

Soldados do exército ucraniano - Sputnik Brasil
Introdução da lei marcial na Ucrânia não faz sentido, afirma especialista militar russo
Moscou também condenou o ataque de radicais à embaixada russa na Ucrânia.

"Estamos indignados com um novo ataque dos radicais ucranianos às representações diplomáticas russas, pelos danos causados a elas", diz o comunicado.

Em 25 de novembro, três embarcações ucranianas violaram a fronteira nacional russa, tendo entrado em águas russas temporariamente fechadas, efetuando manobras perigosas e ignorando as exigências das tripulações de lanchas e navios russos que os estavam acompanhando. A Rússia abriu um processo sobre a violação da fronteira e solicitou uma reunião urgente do Conselho de Segurança da ONU. 

Nesta segunda-feira (26), o presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, aprovou a decisão do Conselho Nacional de Segurança e Defesa para introdução de lei marcial no país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала