É divulgado VÍDEO de exato momento de lancha russa se chocando contra rebocador ucraniano

© Foto / Assessoria da Guarda Costeira do Serviço Federal de Segurança russa na República da CrimeiaEmbarcações ucranianas apreendidas pela Guarda Costeira russa
Embarcações ucranianas apreendidas pela Guarda Costeira russa - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Na Internet surgiu um vídeo do Serviço Federal de Defesa russo do momento exato da colisão entre as embarcações russa e ucraniana.

As imagens, captadas a partir de uma lancha russa, demonstram a embarcação perseguindo o rebocador ucraniano até se chocar com ele propositalmente. Para interceptar os violadores, foram enviadas as lanchas da Guarda Costeira russas. A perseguição durou cinco horas.

Em 25 de novembro três navios da Marinha ucraniana, Berdyansk, Nikopol e Yany Kapu, violando os artigos 19 e 21 da Convenção da ONU sobre direito marítimo, atravessaram a fronteira da Rússia. Os navios entraram na zona aquática temporariamente fechada e realizaram manobras perigosas durante várias horas sem reagir às exigências das embarcações russas que acompanhavam os navios ucranianos.

Vista do estreito de Kerch desde um avião - Sputnik Brasil
Kremlin sobre situação no estreito de Kerch: Rússia agiu conforme direito internacional
Foi tomada a decisão de usar armas. Todos os navios ucranianos foram detidos aproximadamente a 20 km da costa russa e a 50 km do local habitual de passagem dos navios no estreito de Kerch por baixo da Ponte da Crimeia.

Durante o incidente, três militares ucranianos ficaram levemente feridos. Eles receberam assistência médica e não correm risco de vida.

A Rússia abriu um processo criminal pela violação da fronteira.

Em 26 de novembro, o presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, aprovou a proposta do Conselho de Segurança e Defesa Nacional para introdução da lei marcial no país depois do incidente no estreito de Kerch. A lei marcial entra em vigor no território ucraniano a partir de 26 de novembro, terminando no dia 25 de janeiro de 2019, de acordo com o decreto. Ainda é necessária sua aprovação pela Suprema Rada (parlamento ucraniano).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала