Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Paquistão prende líder do partido islâmico

© AP Photo / K.M. ChaudaryO clérigo radical Khadim Hussain Rizvi reza durante seu discurso a seguidores em Lahore, Paquistão. Cerca de mil seguidores reuniram-se em Lahore em protesto contra uma determinação judicial que tornou o clérigo em fugitivo devido a protestos violentos de 2017 em Islamabad, nos quais cinco pessoas foram mortas.
O clérigo radical Khadim Hussain Rizvi reza durante seu discurso a seguidores em Lahore, Paquistão. Cerca de mil seguidores reuniram-se em Lahore em protesto contra uma determinação judicial que tornou o clérigo em fugitivo devido a protestos violentos de 2017 em Islamabad, nos quais cinco pessoas foram mortas. - Sputnik Brasil
Nos siga no
O Partido Islâmico, que tem balançado a vida cotidiana do Paquistão com manifestações em todo o país contra a absolvição de uma mulher cristã em um caso de blasfêmia, afirmou seu líder foi preso pela polícia nesta sexta-feira (23).

Em um comunicado, o partido Tehreek-e-Labbaik disse que seu líder, o clérigo radical Khadim Hussain Rizvi, foi preso hoje na cidade de Lahore. O comunicado ainda informa que dezenas de seus partidários também foram presos, segundo a agência AP. Os motivos das prisões ainda não foram divulgados.

A Pakistan security personnel stands guard near the the Beijing-funded megaport of Gwadar, in southwestern Pakistan - Sputnik Brasil
Após corte de verbas, EUA oferecem ajuda ao Paquistão no combate ao terrorismo
As detenções ocorreram semanas após os partidários de Rizvi terem realizado manifestações violentas contra a absolvição de Asia Bibi, em 31 de outubro, pela Suprema Corte do Paquistão.

Bibi havia sido condenada à morte e aguardava a execução da pena desde 2010 sob a acusação de insultar o profeta Maomé do Islã.

Isso irritou Rizvi e seus seguidores, que protestaram pelo país por três dias.

As manifestações foram encerradas depois que as autoridades disseram que Bibi não deixaria o Paquistão até que o pedido contra sua absolvição fosse revisado.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала