Presidente do Equador pede renúncia de todo o seu gabinete ministerial

© REUTERS / Henry RomeroLenín Moreno, presidente de Ecuador
Lenín Moreno, presidente de Ecuador - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente do Equador, Lenin Moreno, solicitou a renúncia de todo seu gabinete ministerial. A informação foi divulgada pela Secretaria Nacional de Comunicação do país.

"O Secretariado Nacional de Comunicação informa que o Presidente da República, Lenín Moreno Garcés, pediu a renúncia de todo o gabinete ministerial", diz o comunicado.

O presidente do Equador, Rafael Correa - Sputnik Brasil
Ex-presidente do Equador pede asilo na Bélgica
De acordo com a nota, o objetivo do presidente é realizar "um processo de avaliação durante as últimas semanas do ano 2018”, para depois informar os resultados à população em um momento importante.

No Equador, é uma tradição que até o final do ano os ministros e altos funcionários apresentem sua renúncia e para dar ao presidente a oportunidade de oxigenar o gabinete; geralmente há poucas alterações feitas.

Desde que o Moreno assumiu o poder, mas de 60% dos seus ministros, secretários nacionais e conselheiros foram substituídos ou renunciaram voluntariamente

O predecessor de Moreno, Rafael Correa, que governou o país entre 2007 e 2017, também pediu a renúncia de seus gabinetes em várias ocasiões.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала