Grupos rebeldes sírios teriam tido assistência do governo holandês em operações de combate

© Sputnik / Aleksei Kudenko / Abrir o banco de imagensPaíses estrangeiros. Países Baixos. Amsterdã.
Países estrangeiros. Países Baixos. Amsterdã. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Assistência prestada pelo governo holandês a grupos rebeldes na Síria foi usada para fins militares, apesar do governo ter alegado o contrário, revelou uma investigação conjunta do jornal diário holandês Trouw e da emissora Nederlandse Omroep Stichting (NOS).

O jornal Trouw informou na noite desta quarta-feira que o governo holandês publicou documentos provando que os grupos usaram "quase todos os equipamentos" fornecidos pelo governo em suas operações militares. Os documentos foram publicados supostamente a pedido da mídia holandesa, mas ficaram indisponíveis para exibição pública pouco tempo depois da publicação.

Membros da defesa civil síria, mais conhecidos como Capacetes Brancos em Damasco (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
EUA continuarão fornecendo apoio aos Capacetes Brancos na Síria
Os documentos também revelaram os nomes anteriormente ocultos de dois grupos que receberam assistência do governo holandês.

De acordo com a investigação da Trouw-NOS, os grupos rebeldes usaram carros oferecidos pelo governo holandês em ataques, bem como laptops, para definir alvos.

A investigação ressaltou que esses dados contradizem as recentes afirmações do ministro das Relações Exteriores holandês, Stef Blok, de que o governo vinha prestando assistência exclusivamente "não-militar".

A câmara baixa do Parlamento holandês teria solicitado explicações ao gabinete.

Em setembro, o governo holandês anunciou que deixaria de prestar assistência a grupos de oposição e outras organizações que operam na Síria devido à ineficiência do programa de ajuda. O governo disse na época que o programa não trouxe os resultados esperados, pois o governo sírio estava perto de declarar a vitória no conflito.

Desde maio de 2015, a Holanda transferiu cerca de 70 milhões de euros (US$ 79,8 milhões) em assistência a 22 grupos, incluindo vários grupos de oposição como Polícia Livre Síria e os Capacetes Brancos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала