Seção submarina do gasoduto Turkish Stream está terminada, diz estatal russa

© Foto / turkstream.infoConstrução do gasoduto Corrente Turca
Construção do gasoduto Corrente Turca - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Vladimir Putin e Recep Tayyip Erdogan, em uma cerimônia em Istambul, deram a ordem para instalação da última seção submarina do gasoduto Turkish Stream (Corrente Turca).

Representantes da empresa Gazprom, em particular o chefe da empresa, Alexey Miller, participou do evento no modo de videoconferência.

"O tubo da Corrente Turca como a junta final foi imersa nas águas do mar Negro", informou ele a partir de bordo do navio de instalação.

Miller acrescentou que o trabalho está avançando antes do cronograma previsto: antes se planejava completar a construção da parte submersa em dezembro.

Turkish Stream (Corrente Turca) - Sputnik Brasil
Gazprom termina construção da primeira linha do gasoduto Turkish Stream
A seção submarina da Corrente Turca segue desde a estação russa de compressores Russkaya, na proximidade de Anapa, pelo fundo do mar Negro, até à costa da Turquia. O comprimento é de mais de 900 quilômetros. O ponto de saída à superfície fica na área da povoação de Kayakoy.

"Nós estamos presentes em um evento muito importante, que demostra claramente a eficácia da parceria de nossos países na solução dos projetos mais complexos e ambiciosos", disse Putin na cerimônia.

O presidente russo também observou que a Turkish Stream tem um caráter construtivo e "não está direcionada contra os interesses de ninguém".

Além disso, Putin agradeceu ao seu colega turco pela vontade política e coragem para realizar o projeto.

Erdogan, por sua vez, referiu seu significado histórico. "O gasoduto é importante não só para nós, mas também para nossos vizinhos. Planejamos fornecer metade do gás para a Europa, e os países europeus também receberão um novo impulso", recordou o líder turco.

© Sputnik / Михаил Климентьев / Abrir o banco de imagensPresidente da Rússia Vladimir Putin e presidente da Turquia (à esquerda) tomam parte da cerimônia de finalização da construção da seção submarina do gasoduto Turkish Stream, em 19 de novembro de 2018
Presidente da Rússia Vladimir Putin e presidente da Turquia (à esquerda) tomam parte da cerimônia de finalização da construção da seção submarina do gasoduto Turkish Stream, em 19 de novembro de 2018 - Sputnik Brasil
Presidente da Rússia Vladimir Putin e presidente da Turquia (à esquerda) tomam parte da cerimônia de finalização da construção da seção submarina do gasoduto Turkish Stream, em 19 de novembro de 2018
O projeto Turkish Stream prevê a construção de um gasoduto através do mar Negro, que consiste em duas linhas com capacidade de 15,75 bilhões de metros cúbicos cada. A primeira destina-se ao fornecimento de gás aos consumidores turcos, a segunda — aos países do sudeste e do sul da Europa.

De acordo com o plano, todos os trabalhos deverão ser concluídos em dezembro de 2019. A empresa Gazprom será proprietária de toda a seção offshore do gasoduto. A empresa também assumirá integralmente o financiamento da construção de ambas as linhas. A infraestrutura de transporte de gás na Turquia está sendo construída pela empresa local Botas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала