Mais de 21 mil refugiados retornaram à Síria desde agosto por Deir ez-Zor

© Sputnik / Dmitriy VinogradovAjuda humanitária da Rússia chega a um campo de refugiados na província síria de Latakia
Ajuda humanitária da Rússia chega a um campo de refugiados na província síria de Latakia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Mais de 21 mil refugiados sírios retornaram ao país através do posto de controle de Salihiyah, informou aos jornalistas o porta-voz do Centro Russo de Reconciliação na Síria, Vladislav Nikonov.

"O posto cumpre suas funções diariamente. Desde sua abertura, 21.357 pessoas retornaram aos locais de residência de antes da guerra", disse ele.

O presidente russo, Vladimir Putin, e a chanceler alemã, Angela Merkel, se reúnem na residência presidencial em Sochi, em 1 de janeiro de 2007 - Sputnik Brasil
Merkel vê avanço na situação da Síria e Putin pede apoio a refugiados que retornam ao país
Segundo os militares russos, cerca de 1.500 pessoas passam pela estação todos os dias, das quais 300 são refugiados que retornam às suas casas.

"Aqui, eles vão implantar um posto médico, onde oferecerão ajuda aos cidadãos em caso de necessidade", disse ele.

Nikonov acrescentou que as pessoas recebem comida ao passar pelo posto.

Desde março de 2011, Síria vive um conflito armado, no qual tropas do governo enfrentam facções armadas da oposição e grupos terroristas, incluindo o Daesh e a Frente Al-Nusra, ambos proibidos em vários países, incluindo a Rússia.

Em dezembro de 2017, a Rússia anunciou a derrota definitiva do Daesh no país árabe.

A busca por uma solução política para a crise na Síria e o retorno dos refugiados após sete anos de conflito passam a ser uma prioridade internacional.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала